• Associados:
Página Inicial


Confira aqui a agenda de eventos, reuniões e cursos
 
Cadastre seu e-mail e receba nosso informativo
 
 
  Seminários anteriores
 
  Contatos
 
  Dados Estatísticos
 
  Empresas Homologadas Res.245
 
  Eventos
 
  Fale Conosco
 
  Galeria de Imagens
 
  Glossário
 
 Legislação do Setor
 Links Importantes
 
  Orientações Jurídicas
 
  Parceiros do Asfalto
 
  Pesquisa Salarial
 
  Quem é o Associado
 
  Sugestão dos Associados
 
  Sugestões de Pautas da Diretoria
 
  Operadoras Telecom falta de sinal
 
Mais Serviços
 


Usuário:  
Senha:    

 
 
Facebook
Twitter

18/08/2017,20h:28m
Divisão especializada em investigar o roubo de cargas já é uma realidade de Santa Catarina

"A Divisão Especializada em Investigar o Roubo de Cargas já é uma realidade para Santa Catarina e depende apenas da formatura dos agentes que estão na Academia da Polícia Civil”, anunciou o delegado adjunto da PC/SC, Anselmo Cruz, em nome do delegado Geral da PC, Artur Nitz.

 

A declaração foi feita durante a Audiência Pública para tratar do Roubo de Cargas, promovida pela Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc). A grande discussão sobre o assunto, que envolveu empresários e trabalhadores do Transporte Rodoviário de Cargas (TRC), além de vereadores, deputados estaduais e agentes da segurança, ocorreu na Câmara de Vereadores de Itajaí.

 

A divisão, que é um pedido da Fetrancesc para a Secretaria do Estado de Segurança Pública, já possui, inclusive, titular nomeado. Ela será liderada pelo delegado Luiz Felipe Rosado e terá como principal missão a de concentrar dados e informações de roubos de carga em todo o Estado para o combate deste crime.

 

“A Polícia Civil está atenta a esta situação e quer banir estes criminosos, sejam eles quem for”, reforçou Cruz.

 

Os números, segundo Rosado, “mostram a necessidade da criação da Divisão”. Mas vai ser “a partir do momento em que nos estruturarmos, que conseguiremos trabalhar em cima dos registros do Estado com a finalidade de diminuir os furtos e roubos de carga em SC”, adiantou o futuro titular da Divisão.

 

O delegado regional de PC/SC de Itajaí, Angelo Fragelli, salientou a importância da criação da Divisão, além de dizer que o trabalho será realmente efetivo nesta repressão. No entanto, pediu a Cruz que solicite ao delegado geral da PC “um reforço no quadro policial, porque só assim faremos um trabalho efetivo”.

 

Para o presidente da Fetrancesc, Ari Rabaiolli, a notícia foi uma surpresa a ser comemorada pelo setor. “É uma honra poder discutir o assunto e ainda ser surpreendido com esta informação. Vamos, finalmente, atuar de forma reforçada para reduzir drasticamente este crime que afeta a toda a sociedade, claro, começando pelo Transporte Rodoviário de Cargas”, destacou.

 

“Não tenho dúvidas de que essa ação trará benefícios imediatos aos transportadores catarinenses”, reforçou o primeiro diretor secretário da Fetrancesc, Alex Breier. Ele participou da audiência junto à comitiva do setor da região.

 

Um “canal direto, com uso das tecnologias, para o registro de informações” é a sugestão do transportador de Itajaí, Sandro Savoldi, para facilitar a atuação da Divisão em conjunto com o setor.

 

O empresário comentou que eles acabam “nos tornando investigadores quando somos vítimas. Temos muitas informações, mas não podemos fazer nada. Precisamos que haja uma união do setor de segurança com a população para haver investigação e solução ao caso, um alento para o transportador”.

 

O presidente do Setcom, Ederson Vendrame, afirmou que “lá no Oeste a gente sente muito com o roubo de carga”. Ele falou, ainda, que os veículos roubados na região acabam sendo direcionadas para o litoral. “E como faz todo este trajeto sem sequer ser fiscalizado pela Polícia?”, questionou.

 

Vendrame questionou, ainda, sobre o veto do Poder Executivo ao Projeto de Lei similar ao 53.3/2017 votado na Alesc em 2014. “Naquela época o Governo alegou que o PL renunciava receita. O que é renúncia? Cassar a inscrição e deixar de contribuir por conta de um crime ou permitir que este crime continue ocorrendo?”, reforçou.

 

O investimento em pessoal e em tecnologia são fundamentais para o combate a este crime, na opinião do vereador de Itajai, Thiago Morastoni, propositor da Audiência Pública para a Alesc. “Estamos trabalhando pela segurança no nosso município, que serão colocadas à disposição para contribuir nesta ação”, disse o vereador ao encerrar a audiência. -ooo-

 

Origem: http://www.portalntc.org.br/outros/divisao-especializada-em-investigar-o-roubo-de-cargas-ja-e-uma-realidade-de-sc/58628?utm_source=Newsletter&utm_medium=email&utm_content=NTC+solicita+ao+Ministro+do+Trabalho+revoga%C3%A7%C3%A3o+da+Portaria+945+%7C+NTC+Not%C3%ADcias+18+08+2017&utm_campaign=NTC+solicita+ao+Ministro+do+Trabalho+revoga%C3%A7%C3%A3o+da+Portaria+945+%7C+NTC+Not%C3%ADcias+18+08+2017

Envie esta noticia
 
 Voltar

Banco de Curriculos

Logis
Telematics Brazil & Latam 2014
 
 


 
 
Este site foi acessado
18316024 
desde Abril de 2007


© Copyright 2005-2007 - GRISTEC - Todos os Direitos Reservados - R. Bertioga, 149 - cj. 35 - São Paulo - SP
Tel.: (11) 3807-3397 - email: contato@gristec.com.br